Pior que conviver com o vírus do HIV é lidar com o preconceito. Hoje se comemora o Dia Mundial de Luta contra a AIDS.

Sendo assim, achei interessante buscar informações em sites que tratam do assunto e compartilhar aqui com vocês.

Pela Constituição Federal, os portadores do HIV, assim como todo e qualquer cidadão brasileiro, têm obrigações e direitos garantidos, entre eles, a dignidade humana e o acesso à saúde pública, sendo amparados pela lei.

O Brasil possui legislação específica dos grupos mais vulneráveis ao preconceito e à discriminação, como homossexuais, mulheres, negros, crianças, idosos, portadores de doenças crônicas infecciosas e de deficiência.

Em 1989, profissionais da saúde e membros da sociedade civil criaram, com o apoio do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, a Declaração dos Direitos Fundamentais da Pessoa Portadora do Vírus da Aids.

 

Todo começo de ano é a mesma coisa, assuntos como viagens, pacotes turísticos de férias, material escolar são os mais comentados, além claro do IPVA, IPTU, Laudêmio e algumas outras despesas de início de ano.

E como se planejar para tudo isso e ainda curtir suas férias com sua família sem dor de cabeça?

Definitivamente, noções básicas de direito, deveriam fazer parte da grade de estudos desde o ensino básico, mas não no sentido jurídico da palavra, e sim levar ao conhecimento das crianças e adolescentes, desde o início de sua educação, como exercer o seu direito, lutar por ele e fazer com que o respeitem, e não se esquecer do mais importante, sem invadir a esfera do direito do outro.

Patrocinadores